quarta-feira, 4 de junho de 2014

O cabelo branco de Maria Betânia




Nunca pintou o  cabelo. Não quis. Diz que corta os próprios fios com tesoura de casa e as suas mãos que não são de ninguém. Diz que a parte de trás é mais difícil, porque não consegue enxergar e fica tudo torto. Mas não tem problema, pois quem foi que disse que fio de cabelo tem que ser reto? Se já é mesmo branco não tem que ser preto, marrom ou vermelho. Se for torto não carece de ser reto. Vai achar seu próprio acerto com o tempo de crescer. Cabelo é coisa de raiz, ainda que branco. Diz que continua a crescer mesmo depois da morte, como unha. Pode ser que brote árvore, pode ser que nasce flor, mas para ficar preto precisa de tinta porque adubo não adianta no camelo branco de Maria Betânia.

sábado, 28 de dezembro de 2013

Hey, that's no way to say goodbye!


"...I'm not looking for another
As I wander in my time,
Walk me to the corner
Our steps will always rhyme,
You know my love goes with you
As your love stays with me,
It's just the way it changes
Like the shoreline and the sea,
But let's not talk of love or chains
And things we can't untie,
Your eyes are soft with sorrow,
Hey, that's no way to say Goodbye!…"